Lucro dos 4 maiores bancos sobe 13% em 2019 e bate recorde, a R$ 81,5 bi

14/02/2020

Os quatro maiores bancos do país com ações listadas na Bolsa —Banco do Brasil, Bradesco, Itaú Unibanco e Santander — lucraram, juntos, R$ 81,509 bilhões no ano passado, segundo a Economatica, empresa especializada no fornecimento de dados financeiros. Foi considerado o resultado contábil, aquele enviado à CVM (Comissão de Valores Mobiliários).

O lucro conjunto desses bancos cresceu 13,1% de 2018 para 2019, superando com folga os principais indicadores da economia.

Bancos terão que detalhar no extrato valor cobrado pelo cheque especial
A inflação oficial, por exemplo, ficou em 4,31% em 2019. As projeções para o PIB de 2019 indicam que a economia cresceu apenas 1,1%. E a CDI, taxa de juros que remunera a maioria dos investimentos de renda fixa, rendeu 4,25%.

O segundo maior lucro registrado pelos quatro bancos ocorreu em 2015, quando eles ganharam R$ 73,35 bilhões.

A Caixa Econômica Federal não tem ações na Bolsa e ainda não divulgou seu balanço do quarto trimestre de 2018.

 

Fonte: UOL

Voltar
Seja um de nossos afiliado

Seja um de nossos afiliado

Faça parde do nosso sindicato!

Quero me Filiar

Cadastre seu e-mail

E comece a receber as notícias semanalmente direto no seu e-mail!

Jornal Sindicato

Jornal Sindicato

O Jornal do Sindicato dos Bancários foi elaborado para trazer informações do cotidiano, dos eventos e as notícias referente a classe bancária.

Veja

Memórias

O Sindicato dos Empregados em Estabelecimentos Bancários de Tubarão e Região foi fundado em 31 de agosto de 1958 e reconhecido em 20 de maio de 1959, com a finalidade de representar os bancários perante os poderes constituídos na defesa dos direitos e interesses coletivos e individuais da categoria, inclusive em questões judiciais ou administrativas e atuando sempre em busca de uma sociedade melhor.

Veja
Denuncie Assédio Moral

Denuncie Assédio Moral

O programa de combate ao assédio moral é uma conquista dos trabalhadores após grande mobilização na Campanha Nacional Unificada 2010. Trata-se de um acordo aditivo à Convenção Coletiva de Trabalho que tem adesão voluntária tanto dos bancos quanto dos sindicatos.

Veja